2 minutos de leitura

Atualmente, muitas pessoas acabam confundindo acúmulo de tarefas com ser produtivo. Diante disso, buscaremos desmitificar esse conceito e ajudá-lo a descobrir os motivos que o levam a não produzir como deseja.

Aumentar a sua produtividade não é uma tarefa complexa, e depende apenas de aplicar um método e adaptá-lo à sua realidade. Por isso, listamos a seguir algumas dicas essenciais para que você consiga atingir esse propósito.

1. Entenda o seu ambiente de produção

O primeiro pilar para aumentar a sua produção é compreender os motivos que estão ocasionando a improdutividade. Fazendo essa análise interna é possível perceber os seus erros e, a partir disso, buscar as soluções.

Um exemplo prático e muito comum são as pessoas que trabalham home office e sofrem com distrações, baixa produtividade e falta de estrutura adequada. Interrupções de cônjuges, filhos e vizinhos barulhentos tiram a concentração e trazem distrações que comprometem a qualidade e a quantidade de trabalho produzido.

Além disso trabalhar sentado no sofá, na mesa de jantar ou em estações de trabalho improvisadas, com iluminação inadequada comprometem a ergonomia e podem causar problemas de saúde.

A produtividade no trabalho depende diretamente de diversos fatores externos, e é por isso que muitos empreendedores estão buscando o coworking, formato pensado para estimular a criatividade e com toda estrutura necessária para otimizar o tempo e aumentar a produtividade.

2. Tome cuidado com as multitarefas

O conceito de multitarefa vem sendo bastante confundido atualmente, levando a situações não tão positivas. Ser multitarefa é ter a capacidade de realizar diversas atividades, porém muita gente assimila que elas devem ou podem ser feitas ao mesmo tempo.

Isso acaba trazendo alguns problemas, como atenção dividida, falta de concentração e até mesmo falta de qualidade nas atividades realizadas. Segundo uma pesquisa divulgada pela Universidade de Stanford feita com 100 estudantes, aqueles que realizaram multitarefas se mostraram menos criativos, mais dispersos e mais suscetíveis a ignorar informações relevantes.

Cabe a você se perguntar se prefere fazer diversas coisas ao mesmo tempo e com qualidade reduzida ou se dedicar exclusivamente a uma tarefa e obter mais chances de um bom resultado. Foque em ser produtivo ao invés de ser ocupado.

3. Diminua os momentos de improdutividade

Sabe aquela velha máxima de deixar o carro estacionado por apenas cinco minutinhos em um lugar proibido ou de ficar mais dez minutos na cama antes de levantar?  Isso também pode se estender para o ambiente de trabalho, especialmente com relação ao uso de rede sociais e da internet como um todo.

Às vezes, fazer uma pausa para olhar as novidades da sua rede social, por exemplo, pode levar muito mais tempo do que você imagina e comprometer a dedicação destinada à produção da sua tarefa.

Vale lembrar que os momentos de descanso no trabalho não se encaixam nesse conceito de improdutividade. Pelo contrário, uma pausa para refrescar o corpo e a mente ajuda a retomar a energia e voltar de forma tão ou mais produtiva do que antes.

4. Divida as tarefas em pequenos pedaços

Sabe aquele seu jogo favorito em que você precisa passar por diversas fases até conseguir enfrentar o chefão? Esse conceito pode ser adaptado para o seu cotidiano e ser uma forma mais produtiva de realizar as suas atividades que tenham maior grau de complexidade.

Dividir as tarefas em pequenos pedaços contribui para se ter mais foco em cada etapa, fazendo com o que o tempo seja aproveitado melhor e até dê a sensação de estar passando mais rápido, o que auxilia bastante na missão de aumentar a produtividade.

Quer saber tudo sobre empreendedorismo? Acompanhe as nossas redes sociais  — FacebookInstagramTwitter — e fique sempre bem informado!