2 minutos de leitura

Dividir o mesmo espaço de trabalho com outros profissionais, especialmente quando estes são de áreas diferentes da sua, pode parecer estranho.

Mas saiba: estudos recentes apontam o crescimento do modelo econômico de coworking. De 2015 a 2016, houve um aumento de 52% de escritórios no Brasil — são mais de 378 ambientes de trabalho coletivo em atividade no país.

Sendo uma tendência entre micro, pequenos e médios empresários, os benefícios para quem opta por uma cadeira em um coworking vão muito além dos aspectos financeiros.

A escolha de espaços compartilhados permite, também, o networking — uma possibilidade de aumentar o seu leque de contatos ao criar novas parcerias e descobrir potenciais clientes.

A adesão de muitos profissionais à nova forma organizacional é motivada pela oportunidade de prezar pelas experiências em detrimento dos produtos.

Em vista desse cenário, preparamos este artigo para você entender como se inserir no ambiente de coworking. Acompanhe!

Estreitando laços em um coworking

Uma boa rede de relacionamentos é essencial para qualquer negócio. Espaços compartilhados concentram profissionais que executam os mais diversos projetos, carregando consigo experiências distintas e percepções únicas.

Sabendo disso, esteja aberto a opiniões de seus “vizinhos”. Apesar de você ter uma mesa própria, no ambiente ao seu redor atuam pessoas capazes de agregar ideias novas, apontando perspectivas diferentes, criando insights e até mesmo sugerindo uma solução para determinado problema.

Essa interação colaborativa é saudável para todo tipo de negócio e ajuda a impulsionar novos empreendimentos ao alimentá-los com criatividade e inovação.

Com o tempo, as barreiras serão quebradas, e criar novas parcerias com outros empreendedores não será uma tarefa tão árdua.

Identificando parcerias

Para que uma parceria prospere, deve ser benéfica para todos os envolvidos — portanto, expanda seus horizontes.

Entenda as necessidades de colegas próximos e identifique as competências que eles possuem. Observe também quais habilidades faltam no seu negócio e como você pode trabalhá-las.

O ideal é procurar por parceiros capazes de suprir as suas necessidades enquanto você também resolve alguns problemas deles.

Por isso, é essencial entender os seus próprios processos e buscar as relações com maior retorno, bem como aquelas que estejam alinhadas com a postura de mercado do seu negócio.

Dessa forma, a parceria é mais duradoura e benéfica para ambos os lados. Então, aproveite as relações cotidianas para ampliar seu know-how em diferentes áreas!

Ao optar por um coworking, você estará em contato com clientes e profissionais de diversos nichos. Use cada oportunidade possível para estender a sua rede de contatos.

Ampliando negócios

Em um coworking, as pessoas dividem não somente o mesmo local, mas ideias. E estando em contato com diferentes mentes, novos projetos surgem. Esteja preparado!

Um bom networking alavanca qualquer negócio, principalmente os que se encontram em fase inicial.

Nesse sentido, como vimos neste artigo, mais do que trazer benefícios certeiros para empreendimentos que buscam reduzir custos, os espaços de coworking são, principalmente, oportunidades únicas para criar novas parcerias. Em consequência, esse processo amplia a atuação dos negócios.

Por fim, lembre-se: o escritório compartilhado é um espaço elaborado para e por pessoas. A riqueza está justamente nessa concentração de profissionais com comportamentos diversos que atuam em diferentes áreas e com linhas de raciocínio singulares.

E aí, leitor? Gostou de aprender sobre como criar novas parcerias em um espaço coletivo de trabalho?

Então, visite a página da Coworking Town e conheça os espaços que disponibilizamos para que você e muitos profissionais interessantes entrem em contato!